Home / Musculação / Treino de musculação para bailarinas

Treino de musculação para bailarinas

Para que você entenda sobre o treino de musculação para bailarinas, saiba que a musculação procura sugerir ao corpo um trabalho de isometria diante da contração muscular de grandes músculos, em que se usam aparelhos e pesos extras que a partir de repetições pode-se aumentar o volume da fibra muscular.

Dessa forma, ao potencializar os grandes músculos, se protegem também as grandes articulações e a estabilidade de todo o esqueleto, sendo que o ballet clássico sugere ao corpo realizar o trabalho das fibras musculares que sejam mais próximas do esqueleto.

Sendo assim, da mesma forma como bailarinas em cima de um palco, você também pode adquirir uma postura mais elegante e ficar com uma musculatura mais marcada juntamente com a realização da musculação, porém, sem hipertrofiar.

Saiba mais sobre o treino de musculação para bailarinas

No treino de musculação para bailarinas, os exercícios procuram alinhar o corpo, ou seja, a barriga para dentro e o bumbum encaixado, o que melhora também a flexibilidade e o equilíbrio, além do físico das bailarinas ficarem mais tonificados, mas ao mesmo tempo em harmonia.

Com isso, exercícios como é o caso de abdominais, agachamentos e flexões, podem ser combinados com movimentos de ballet, em que o esforço é considerável da mesma forma como o gasto de calorias.

Normalmente, o treino de musculação para bailarinas é caracterizado como sendo trabalhos que envolvem barra técnica, funções cardiovasculares e, podem ainda otimizar a flexibilidade, onde com a ajuda de bolas de pilates, elásticos e acessórios fitness também podem serem utilizados.

Além disso, pode-se dizer também que em determinadas academias existe o uso de conceitos de pilates em aulas de ballet, onde as músicas usadas nas aulas procuram não se limitar nas clássicas, mas sim no rock, pop e até mesmo indicações de músicas favoritas das alunas.

Dessa forma, as aulas começam com alongamentos leves e músicas mais calmas, em que logo em seguida, se inicia a realização de movimentos do ballet clássico com a ajuda da barra técnica.

Assim, depois da adaptação ao ritmo da aula, são geralmente dadas as instruções para a realização de atividades abdominais, onde se usa acessórios como bolas e elásticos, sendo nesse exato momento que se pode reconhecer a influência da musculação no ballet.

Já na terceira etapa da aula são realizados os movimentos mais ritmados, em que esses podem contribuir com a flexibilidade, o condicionamento físico e ainda a memória, pois as aulas mais agitadas com músicas já são mais intensas e voltadas para a musculação, tonificando e fortalecendo o corpo.

Benefícios do treino de musculação para bailarinas

Normalmente, o treino de musculação para bailarinas pode garantir inúmeros benefícios, os quais podem ser obtidos conforme a dedicação das praticantes, sendo que as aulas são dinâmicas e agitadas para contribuírem com o fortalecimento dos músculos e na redução das medidas corporais.

Assim, o ballet juntamente com a musculação se volta para movimentos para diversos grupos musculares, em que as aulas têm a intenção de desafiar o condicionamento físico das aulas com diversos movimentos que necessitam de dedicação.

Com isso, os benefícios não se limitam somente ao melhor condicionamento dos músculos, mas também ao sistema cardiovascular que pode funcionar muito bem com a realização do treino de musculação para bailarinas, onde a postura e a saúde também são muito beneficiadas com a realização dos movimentos.

Sobre rafael

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *